Passar para o conteúdo principal
psicologia

Transições de vida/carreira

Transições de vida/carreira

A frequência de um curso superior é marcada por um conjunto muito significativo de transições de vida, que implicam a mobilização de importantes recursos psicológicos para a adaptação. É por isso um período entusiasmante e repleto de desafios. Os SAPE planeiam contribuir para iniciativas de apoio ao nível de:

Integração do estudante no IPL – Estreita colaboração com o programa Mentori@IPL, em curso desde 2021/22. O programa visa promover a integração académica, pessoal e social dos novos estudantes, nas Escolas do IPL. O afastamento das redes habituais de suporte (p. ex., família, amigos) e importantes mudanças ao nível das rotinas de vida, do tipo de ensino praticado, da complexidade e autonomia inerente ao estudo, aos métodos de avaliação, à relação docente/estudante, assim como a assunção de novos relacionamentos e papéis de vida, motivam a mobilização de toda a comunidade académica, e em especial a ajuda interpares, no acolhimento e apoio à integração dos novos estudantes.

Decisões de carreira – Para responder aos desafios que a frequência de um curso superior implica é importante sentir que esse curso irá desempenhar um papel importante no futuro. Decidir sobre uma mudança de curso, o prosseguimento para estudos de mestrado, e qual o curso a seguir, ou para a entrada no mundo de trabalho, são importantes decisões de carreira, e logo de vida. Os SAPE ambicionam contribuir para uma conceção de projeto de carreira que não se esgote no papel de trabalhador, que seja antes tomado como a integração deste num projeto de construção de vida mais amplo, com maior significado pessoal. A construção da vida/carreira é concomitante com a promoção de competências de adaptabilidade de carreira (planeamento, controlo, curiosidade, confiança, cooperação).

Transição para o mundo do trabalho – A preparação dos estudantes finalistas para a resposta às exigências do respetivo mercado de emprego constitui também uma importante área de intervenção.  Nesse sentido, iremos ajudar na elaboração da carta de motivação e/ou de candidatura espontânea, do CV (funcional e/ou cronológico) e de como preparar-se e saber estar numa   entrevista   de seleção profissional. Na preparação da transição para a o mundo do trabalho é também essencial promover as acima referidas competências de adaptabilidade de carreira.